Período Helenístico

Período Helenístico

quarta-feira, 7 de abril de 2010

Reinos Helenísticos



                O Helenismo se refere ao período de tempo entre o reinado de Alexandre, o Grande e a ampliação de Roma, e à cultura predominante grega que prevaleceu nos três reinos helenísticos: MACEDÔNIA, SÍRIA e EGITO.
                A civilização helenística se caracterizou pela diminuição das fronteiras entre muitos países e culturas. Antes, gregos, romanos, egípcios, babilônios, sírios e persas adoravam seus próprios deuses. Agora essas culturas se misturaram em um grande caldeirão de ideias religiosas, filosóficas e científicas.
                Os Reinos  Helenísticos  foram nascidos na Ásia, Egito, Macedônia e Grécia depois da divisão do Império de Alexandre, o Grande por seus generais, Selêuco, Lisímaco, Ptolemeu e Cassandro com a morte do primeiro em 323 a.C.
                Como não gerou um herdeiro, seus generais guerrearam entre si pela autoridade do Império e o dividiram entre si. Ptolemeu ficou com o Egito, Cassandro com a Macedônia e a Grécia, Lisímaco com parte da Península da Anatólia e da Trácia e Selêuco com os territórios da Mesopotâmia e do Império Persa, (Como mostra o mapa à baixo). Esses generais, seus descendentes e outros governadores de províncias estavam constantemente em guerra entre si tentando restabelecer o Império de Alexandre em toda a sua amplitude. Assim, com a morte de Lisímaco, um de seus oficiais tomou o que restou de seu Império na Anatólia, em torno da cidade de Pérgamo e deu origem à dinastia Atálida.
               Eles susteram o poder sobre o território à oeste do Tigre por algum tempo e controlaram o Mediterrâneo Oriental até a conquista romana nos séculos II e I a.C.

Obs: Clique na imagem para melhor visualização.


                                 • Texto de autoria própria de Bárbara Ellen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário